Fique por dentro dos nossos conteúdos

Como fazer contabilidade de corretora de seguros?

Uma área de extrema importância para corretores de seguros é a contabilidade. Apesar de o foco de toda e qualquer profissão ser a atividade desempenhada, neste caso a venda de seguros, há de se levar em conta que as devidas obrigações fiscais e contábeis não podem ser esquecidas.

Apesar disso, realizar a contabilidade da corretagem de seguros não é uma tarefa fácil para quem não possui experiência e especialização na área. Não só isso, é algo que toma bastante tempo e pode influenciar diretamente no seu rendimento. E então, o que você pode fazer?

Regularize sua atuação profissional

É interessante que o corretor de seguros escolha o regime de tributação que seja mais adequado para ele, pois escolher a tributação equivocada impacta diretamente no seu resultado.

Vamos comparar: a tributação para pessoa física anda entre 7,5% a 27,5%. Já a tributação para o corretor pessoa jurídica é de 6%. Ou seja, os impostos pagos pelo corretor PJ são sempre menores que os impostos pagos pelo corretor pessoa física.

Suponha que seu faturamento seja de aproximadamente R$6.500,00 por mês com comissões de todas as empresas que você representa. Nesse valor, você pagaria de imposto:

enquanto pessoa física: R$918,14 por mês;

enquanto pessoa jurídica: R$390,00 por mês.

No final das contas, a diferença de valor ficou em R$528,14 por mês. Imagine o quanto você poderia economizar durante o ano.

Organize adequadamente as suas finanças

Trabalhar com corretagem de seguros e manter as finanças organizadas não é fácil, principalmente no modelo de ganhar por comissão.

Isso pode causar uma série de complicações que vão desde compromissos pessoais até compromissos profissionais e tributários. Sem a devida organização e com o tempo limitado, é difícil manter tudo no azul. 

Por isso, a solução para quem trabalha na área e quer realizar o trabalho braçal é utilizar todo o suporte necessário. É possível fazer uso de planilhas, softwares e outros elementos que contribuam para deixar suas contas atualizadas e definidas. Caso o corretor opte por delegar o trabalho, a solução é contratar uma contabilidade especializada. 

Saiba quais são suas obrigações

Outro ponto indispensável é entender exatamente quais são todas as obrigações que você tem durante o dia a dia, ou seja: tudo que não pode ser deixado de lado em termos contábeis.

Você precisa levar em conta a obrigatoriedade ou não na emissão de notas fiscais, o cálculo do pró-labore, a declaração do seu faturamento, a emissão de todas as declarações em prazos específicos, a realização do pagamento de guias de impostos (se for Simples Nacional) e muito mais.

O ideal é que você registre todas as suas obrigações e qual o prazo e periodicidade de cada uma delas. Assim, é possível montar um calendário e nunca deixar passar nenhum compromisso, evitando multas e encargos. Porém, caso você deseje dedicar o seu tempo para a sua atividade, vamos te contar o que pode ser feito.

Contrate uma contabilidade para corretor de seguros

Se você passou por todos os tópicos e percebeu que o ideal para a sua realidade é a assessoria de alguém especializado, que possa ajudá-lo a cuidar dos seus compromissos contábeis, estamos aqui. 

E existem diversos motivos para isso. Como citamos anteriormente, a possibilidade de contar com uma assessoria especializada vai garantir a otimização de todas as suas tarefas contábeis e, com isso, você terá oportunidade de diminuir seus custos profissionais. 

Nós vamos encontrar o regime tributário que melhor funciona para você, e evitar que seus impostos sejam declarados de maneira incorreta ou no prazo errado. Isso prevenirá multas ou custos extras.

Além disso, vamos te proporcionar mais tranquilidade para focar exatamente no que você precisa: a corretagem de seguros. Você não vai mais precisar se preocupar com nenhuma das suas obrigações fiscais. Com isso, sua produtividade e lucros também tendem a aumentar. 

O cálculo é simples, quantas horas dedicadas ao controle das finanças, escrituração contábil ou declaração de impostos você economizaria se contratasse um escritório de contabilidade?

Use essas horas para dedicar à sua atividade e os lucros começarão a aparecer. Quem sabe conseguir mais dois clientes por semana? Com o lucro gerado pelo seu tempo extra, a sua contabilidade se pagará sozinha.

Esses são apenas alguns dos motivos pelos quais você, corretor de seguros, deve contratar uma contabilidade especializada para a sua atividade. É possível realizar o trabalho sozinho, mas é questão de colocar na balança e definir onde você realmente deseja investir o seu tempo. 

Se você ficou interessado, conheça agora mesmo nossos serviços exclusivos para corretores de seguros e passe a dedicar 100% do seu tempo ao que faz a diferença!

É melhor o corretor de seguros ser pessoa física ou jurídica?

Vamos comparar: a tributação para pessoa física anda entre 7,5% a 27,5%. Já a tributação para o corretor pessoa jurídica é de 6%. Ou seja, os impostos pagos pelo corretor PJ são sempre menores que os impostos pagos pelo corretor pessoa física.

É difícil realizar a contabilidade para corretores de seguros sozinho?

Sim. Você precisa levar em conta a obrigatoriedade ou não na emissão de notas fiscais, o cálculo do pró-labore, a declaração do seu faturamento, a emissão de todas as declarações em prazos específicos, a realização do pagamento de guias de impostos (se for Simples Nacional) e muito mais.

Quais as vantagens de contratar uma contabilidade para corretores de seguros?

Nós vamos encontrar o regime tributário que melhor funciona para você, e evitar que seus impostos sejam declarados de maneira incorreta ou no prazo errado. Isso prevenirá multas ou custos extras.

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email
Share on telegram

Sua empresa não se enquadra nesse perfil?

Fale com um Contador

Orçamento de troca de Contator

Open chat